Homem perde quase R$ 5 milhões após vender NFT por preço errado

Muitas pessoas não entendem o que vem a ser NFTs e acabam tendo problemas ao entrar no mercado. Um homem que perdeu quase R$ 5 milhões por listar um token não-fungível pelo preço errado.

publicidade
Coleção ETH Rock vale milhões. (Imagem: Divulgação)

Todo cuidado é pouco ao lidar com a nova tecnologia. Além de muitos não entenderem como alguém pode pagar tanto pelo direito de uma simples imagem jpeg, muitos também não entendem que o prejuízo pode tornar-se alto.

NFT por preço errado e piadas na internet

O erro da vez no universo foi cometido pelo usuário do Twitter, conhecido como Rock Collector, que depois do infeliz acidente mudou o nome para RockDust.

publicidade

Dust cometeu o erro ao listar um NFT na coleção ETH Rock, que vem a ser… o desenho de uma pedra.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A imagem era para ser listada por 444 ETH, mas o usuário errou na hora de digitar o valor e acabou colocando o preço de 444 wei, que vem a ser a menor unidade do Ethereum.

Em comparação, o wei está para o Ethereum assim como o satoshi está para o Bitcoin.

publicidade

E o erro na listagem teve um preço alto: outro usuário acabou adquirindo o item e o prejuízo foi de quase US% 1 milhão. 

“Eu listei erroneamente a ETH Rock #44 por 444 wei ao invés de 444 eth (…) Em um clique eu perdi meu patrimônio líquido de cerca de US$ 1 milhão”, escreveu ele.

Pagar milhões por uma imagem de pedra já ia ser motivo de piada. Perder uma fortuna por causa dessa imagem foi ainda mais motivo para o caso tornar-se chacota na rede.

Adam Back, famoso no mercado de criptoativos e parte importante na história do Bitcoin, aproveitou o caso para fazer uma crítica de como o mercado de NFT funciona e comentou sobre o ocorrido.

publicidade
Homem perde quase R$ 5 milhões após vender NFT por preço errado
Imagem: Reprodução | Twitter

“Clique com o botão direito, salve, coloque na blockchain novamente. Problema resolvido. NFTs de jpegs vivem em um site qualquer e novos sites podem ser feitos com novos contratos. Tudo é copiável.”

Adan não aposta no mercado de NFT pois ele considera (e se formos pensar, de certo modo, é verdade) que NFT não passa de imagens que podem ser copiadas e coladas por outra pessoa.

Nem no mercado brasileiro a história passou batida, onde pipocaram várias piadas a respeito utilizando inclusive o comentário de Adam.

Quem adquire uma NFT faz parte desse mercado, exibe sua coleção orgulhosamente tem total confiança no modelo de negócios. Quem prefere ficar de fora olha as coleções como um álbum de figurinhas de rico e considera uma loucura de alto risco.

Há muito no mercado de tokens não-fungíveis para evoluir até que a população em geral, ou até mesmo quem trabalha com criptoativos, tenha confiança para participar desse tipo de negócio.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar