Meta (antiga Facebook) cria supercomputador com IA revolucionária para construir o Metaverso

Nesta segunda-feira, 24 de janeiro, a Meta, dona do Facebook, anunciou que sua equipe de pesquisa montou um supercomputador de Inteligência Artificial que deverá ser o mais rápido do mundo quando concluído ainda neste ano para ajudar a criar o Metaverso.

publicidade

O AI Research SuperCluster (RSC) ajudará a Meta a montar melhores modelos de inteligência artificial que podem aprender com trilhões de exemplos, trabalhar em centenas de idiomas e analisar texto, imagens e vídeo juntos para determinar se o conteúdo for prejudicial. 

Meta (antiga Facebook) cria supercomputador com IA revolucionária para construir o Metaverso
Imagem: Divulgação/Meta

“Esta pesquisa não apenas ajudará a manter as pessoas seguras em nossos serviços hoje, mas também no futuro, à medida que construímos o Metaverso”, disse a empresa.

publicidade

“As experiências que estamos construindo para o Metaverso exigem enorme poder computacional (quintilhões de operações/segundo!) e o RSC vai permitir novos modelos de IA que podem aprender a partir de trilhões de exemplos, entender centenas de linguagens e mais”, disse o presidente-executivo da Meta, Mark Zuckerberg.

“O trabalho feito com o RSC abrirá o caminho para a construção de tecnologias para a próxima grande plataforma de computação, o Metaverso, onde aplicativos e produtos orientados por IA desempenharão um papel importante”, afirmou a empresa.

O RSC conseguiria renderizar cerca de 36 mil anos de arquivos de vídeo em alta resolução em apenas alguns minutos. Só a camada de armazenamento do supercomputador possui 175 petabytes (1 petabyte equivale a 1.024 terabytes), além de uma memória cache de 46 petabytes.

Um porta-voz da Meta disse que a empresa fez parceria com equipes da Nvidia, Pure Storage e Penguin para montar o supercomputador.

publicidade
Meta (antiga Facebook) cria supercomputador com IA revolucionária para construir o Metaverso
Imagem: Divulgação/Meta

“Esperamos que o RSC nos ajude a construir sistemas de IA totalmente novos que possam, por exemplo, fornecer traduções de voz em tempo real para grandes grupos de pessoas, cada uma falando um idioma diferente, para que elas possam colaborar perfeitamente em um projeto de pesquisa ou jogar um game de realidade aumentada juntas”, explica o engenheiro da Meta Kevin Lee.

Leia mais: Quais serão os empregos gerados pelo Metaverso? Dá uma olhada aqui e veja as vagas

Evento sobre jogos para o Metaverso  começa essa semana

Nesta erça-feira, 25 de janeiro, tem início um evento de três dias onde a Meta se encontrará com setores da indústria de games para discutir a construção do Metaverso.

publicidade

Nomes importantes do setor como Kim Libreri, diretor de tecnologia da Epic Games, Richard Kerris, chefe de desenvolvimento da Nvidia e Dave Baszucki, CEO da Roblox estarão presentes a convite da VentureBeat, parceira da Meta na parte de games.

A empresa entende que ‘os Metaversos‘ serão uma construção compartilhada e conjunta. Aquecer a ideia nos outros players é estratégico.

Logo, a junção com a desenvolvedoras de jogos torna-se inevitável, beneficiando o streaming de games do Facebook (que concorre com YouTube e, principalmente, a Twitch) como plataforma para jogos e dando maior impulso nas transmissões ao vivo.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar