NASA pede bilhões para plano ambicioso que envolve mais estações espaciais

A NASA pediu bilhões para construir mais estações espaciais, além de ampliar investimentos no projeto Artemis. A solicitação de aumento no orçamento da Agência Espacial dos EUA para o próximo ano veio através do próprio presidente Joe Biden. Os detalhes foram divulgados.

publicidade
Astronauta americano fazendo reparos em satélite (Imagem: NASA/Unsplash)
Intenção da NASA em parcerias privadas visando novas estações espaciais é o destaque no orçamento para 2023 (Imagem: NASA/Unsplash)

Orçamento de 26 bilhões de dólares é o desejo da NASA para 2023

A NASA está com diversos projetos ambiciosos em atividade. Sua necessidade por um maior volume de recursos é clara. O aumento do valor solicitado para a Agência Espacial norte-americana veio a público após divulgação de documentos da Casa Branca sobre a questão orçamentária do país para 2023.  

Dentre todas as atuais operações da NASA em atividade, a que exige um maior valor de investimento é a Artemis, projeto amplo de “colonização” da Lua, com diversas iniciativas sobre o tema. Não ficam de fora os investimentos em ciências, tanto para pesquisas na Terra, sobre questões climáticas, até a obtenção de maiores quantidades de dados em Marte.

publicidade

Porém, o que mais chama a atenção em todo o orçamento, sem dúvidas, são os valores destinados à criação de novas estações espaciais – alguns em modelo de coparticipação entre a agência e empresas privadas, seguidos de uma estação que ficaria na órbita lunar.

NASA pede bilhões e parte seria destinada à criação de novas estações espaciais

O que antes já era projeto da NASA, agora se vê acelerado após situação com a Rússia – envolvida em conflitos criticados pelos EUA, como a Guerra na Ucrânia e que ameaça abandonar a parceria na ISS (Estação Espacial Internacional) até 2024. O plano americano era continuar no projeto até o ano de 2030, mas sua saída pode ser antecipada também pelo posicionamento russo.

Segundo o site norte-americano The Verge, um valor próximo a um bilhão de dólares para o propósito de criar estações espaciais novas, uma em órbita lunar. Chamado Gateway, o projeto seria “destinado a servir como um hub para o programa Artemis onde os astronautas podem viver e treinar antes de descer para a superfície lunar”.

Fora o Gateway, o restante do orçamento que complementaria o valor de bilionário estaria concentrado para o incentivo de projetos para outras estações espaciais, em parceria com a iniciativa privada, mantidos na órbita terrestre como “bases” permanentes de pesquisa e desenvolvimento espacial.

publicidade

A possível saída da potência mundial no projeto ISS, exigiria que essas novas estações privadas estivessem prontas para receber astronautas e pesquisadores dos EUA e países parceiros na questão espacial, a expansão humana além-Terra não para.  

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar