Nubank lidera em downloads de apps de bancos digitais em janeiro

Nubank lidera em downloads
Imagem: Divulgação / Nubank
publicidade

Segundo o levantamento feito pelo Bank of America, o Nubank foi o aplicativo de banco digital mais baixado no Brasil durante o mês de janeiro – chegando ao total de 3,2 milhões de downloads pelo segundo mês consecutivo.

Leia também: Banco do Brasil lança conta digital em dólar e sem tarifa

A fintech lidera em downloads, com 15% de todos os 22,5 milhões de aplicativos de bancos baixados – incluindo carteiras digitais -, seguido pelo Bitz, do Bradesco e do PicPay

publicidade

Os dados também demonstram que o Nubank, assim como o PagBank e o Pan, tiveram as maiores altas de usuários ativos da categoria, enquanto que o iti, do Itaú Unibanco, foi o serviço que mais perdeu usuários.

No geral  o Nubank ganhou 1,8 milhões de usuários, o PagBank ganhou 1,5 milhões e o Pan 1,3 milhões. Já o iti teve uma perda de 1 milhão de usuários.

Leia também: Criptomoedas: Reino Unido cria regulamento para anúncios sobre moedas digitais

Nubank fica em segundo em apps de investimento

Já as plataformas de investimento tiveram números menos satisfatórios, cerca de 1,9 milhões de downloads no mês de janeiro, um pouco abaixo da média de 2,1 milhões mensais que foi vista no ano de 2021.

publicidade

Nesse cenário, o BTG Digital saiu na frente com resultado bem encorajador (já que estava na sexta posição no mês de dezembro). Nessa categoria, o aplicativo do Nubank, Nu Invest, ficou em segundo – uma ótima colocação para o app que é relativamente novo -, seguido pelo XP Rico e XP Investimentos

Enquanto isso, a Clear, a marca da XP voltada para traders, continuou com sua sequência de baixa em downloads que começou em junho do ano passado. 

Segundo os dados, tendo dezembro do ano passado como referência, os aplicativos da Nu Invest, BTG Digital e Rico foram os que ganharam mais novos usuários ativos, enquanto Clear e XP Investimentos foram os que menos cresceram, em relação a novos usuários, no mesmo período.

Leia também: Faturamento da Alphabet, dona do Google, é de cair o queixo

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar