Pedidos grátis da Amazon estão sendo cancelados; Existe como recorrer?

Amazon faz o cancelamento de pedidos gratuitos, resultados de uma promoção mal implementada por parte da própria empresa e #AmazonNoProcon se torna um dos assuntos mais falados de hoje, no Twitter.

publicidade
cancelamento de pedidos grátuitos
R7

Na última quarta-feira (dia 26) a Amazon Brazil começou a oferecer vários cupons de desconto no valor de R$ 15, uma parceria feita entre lojas parceiras.

Os códigos, entretanto, poderiam ser usados apenas uma vez em compras acima de R$30, o problema é que os usuários conseguiram acumular vários cupons diferentes e, segundo a empresa, tem relatos de compras de até R$ 800 que saíram de graça.

publicidade

Amazon faz o cancelamento de pedidos grátuitos e pede desculpas

Horas depois os pedidos foram cancelados e a Amazon alegou que tudo não passou de uma falha no sistema já que a oferta:

… era limitada a R$ 15 de benefício máximo, não podia ser combinada com outras promoções ou ofertas, podia ser usufruída apenas uma vez, em um único pedido e se aplicava somente aos clientes que estivessem comprando na Amazon pela primeira vez.

A decisão não agradou nada aos usuários que foram as redes sociais esboçar seu descontentamento, principalmente ao ver relatos de outros internautas confirmando o recebimento dos produtos, muitas vezes completamente gratuitos.

Leia mais: Fallout ganhará uma série no Amazon Prime Video e já tem data de estreia

publicidade

E já virou meme

Até o momento o acontecido está uma bagunça total, com alguns clientes recebendo suas encomendas enquanto outros estão tendo suas compras canceladas.

E como Brasileiro não é fácil, já podemos ver, e dar risada de vários memes que estão rolando as soltas na internet a respeito do assunto. Para conferir alguns deles basta acessar #AmazonNoProcon no Twitter.

Com direito a cutucadas de outras empresas e tudo mais!

Mas nem tudo é HueHue

O Procon-Sp já se meteu na história, cobrando um posicionamento claro da empresa, dando um prazo de até o dia 31 para a empresa passar dados do número de compras realizados utilizando os cupons e uma explicação convincente de porque as compras foram canceladas.

publicidade

A Amazon divulgou uma nota onde pedia desculpas pelo ocorrido, além disso, enviou um e-mail para os clientes afetados pelo problema onde explicava o porquê de tudo ter acontecido. A empresa ainda está oferecendo um vale-presente no valor de R$ 15 para ser utilizado em outros pedidos.

O caso não tá bonito pra Amazon e os especialistas nesse tipo de caso, como a advogada especialista em direito civil e digital Martha Carbonelli, explicam que a culpa é da empresa e que os compradores que se sentirem lesados tem todo o direito de procurar medidas legais.

A loja se propôs a fazer esse preço e o consumidor foi lá e aceitou a promoção. A ideia deles era dar desconto, só que ele foi sendo acumulado até que o produto ficou de graça. Quer dizer, era também uma forma de ganho para a empresa. Eles tinham condições de testar para prever esses problemas e não fizeram. Era um erro totalmente previsível.

Disse a especialista.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar