Pinterest anuncia medidas contra fake news durante as eleições

O Pinterest anunciou medidas contra fake news que serão tomadas durante as eleições de 2022. A plataforma é famosa por divulgar tendências, encontrar produtos para compor um visual, ideias de design, receitas e dietas, divulgar seu look diário e colecionar as imagens em pastas para consultas futuras, podendo deixá-las públicas ou privadas.

publicidade
Foto: Agência Senado

Mesmo assim, o Pinterest alega que as pessoas podem pesquisar informações sobre o tema na rede social durante as eleições. As ferramentas instaladas servirão tanto para prevenir quanto para identificar e impedir a divulgação de notícias falsas e nocivas ou discurso de ódio de acordo com o site.

“O Pinterest tem o compromisso de oferecer um local mais acolhedor, saudável emocionalmente e ‘brand safe’ para que as pessoas em geral, os criadores de conteúdo e as marcas possam colocar em prática toda a inspiração que tiverem”, diz trecho de comunicado da empresa.

publicidade

E as medidas não valem apenas para as eleições no Brasil.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Pinterest: Medidas contra as Fakes News

Redirecionamento para sites oficiais

As medidas já começam com o redirecionamento de usuários para a página oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao buscar por termos relacionados às eleições, como “votar” ou “urna eletrônica”.

“Se você estiver procurando informações sobre as eleições de 2022, incluindo como e onde votar, acesse um site oficial”, emitirá um alerta. 

publicidade

A informação também aparecerá para França, Austrália e Filipinas, as quais os usuários serão redirecionados para o Ministério do interior da França, a Comissão eleitoral da Austrália e a Comissão eleitoral das Filipinas, respectivamente.

Recomendações minimizadas pelo Pinterest

Próximo a data da votação, a frequência nas recomendações do feed serão minimizadas. 

“Sabemos que os ânimos ficarão mais exaltados, mas queremos que o Pinterest continue sendo um espaço de inspiração e positividade”, comenta a companhia.

O Pinterest promete ter “postura firme” contra qualquer conteúdo que possa interferir na votação de alguém, como as famosas fake news com datas e horários errados.

publicidade

A regra vale para todos

As Diretrizes da Comunidade valem para todos, não importando se for publicado por um criador de conteúdo, pelo próprio candidato ou uma personalidade.

Caso seja um post com desinformação e discurso de ódio, medidas mais duras serão tomadas.

Pausa na Monetização

Durante o período eleitoral, nenhum conteúdo relacionado a política será monetizado, complementando as medidas.

“Isso significa que [o Pinterest] não mostrará nenhum anúncio quando [o usuário] procurar termos comuns relacionados às eleições, como nomes de candidatos, locais de votação e ‘voto’”, explica a empresa.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar