Problemas na fabricação atrasam lançamento do iPhone 14

A China continua enfrentando as restrições de combate à pandemia da Covid-19 e, apesar da grave crise sanitária no país, seus efeitos econômicos são estrondosos, tendo em vista que o país é um dos principais exportadores do mundo. Exemplo disso é a possibilidade de atraso no lançamento do tão esperado iPhone 14, próximo dispositivo da Apple.

publicidade
Problemas na fabricação atrasam lançamento do iPhone 14
Problemas na fabricação atrasam lançamento do iPhone 14. (Imagem: Divulgação/Apple)

De acordo com informações da Nikkei Asia, a companhia já comunicou os fornecedores sobre a necessidade de agilizar o desenvolvimento de novos smartphones da Apple visando a compensação do tempo perdido. 

Múltiplas fontes já confirmaram que o cronograma de fabricação e os primeiros lotes de produção do novo iPhone serão afetados pela pandemia em estágios contínuos em território chinês. 

publicidade

Restrições de enfrentamento à pandemia desaceleram fabricação do iPhone 14

A China enfrenta sucessivos lockdowns em lugares como Xangai, o principal centro financeiro onde cerca de 25 milhões de moradores permanecem confinados no intuito de evitar a disseminação do novo coronavírus. Como já se sabe, o isolamento social gera impactos expressivos na economia, neste caso, diretamente no funcionamento de fabricantes e, por consequência, na entrega do iPhone 14

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Visando driblar os efeitos da política chinesa a respeito da Covid zero, a Apple pede que os parceiros acelerem o máximo possível o desenvolvimento da nova geração de smartphones da marca. O objetivo é atingir o estoque necessário para manter a previsão de lançamento para setembro de 2022. 

Mesmo assim, os desafios são vários e intensos. No mês de abril deste ano, a Pegatron Corp, uma das principais fornecedoras da Apple, suspendeu o funcionamento das fábricas em Xangai e Kunshan devido aos bloqueios. Hoje, a empresa é responsável, principalmente, pela produção dos iPhones 13 e SE. 

publicidade

Lançamento em setembro corre riscos

Ainda que enfrente riscos quanto ao atraso no lançamento do novo aparelho, rumores indicam que a Apple continua apostando em grandes mudanças para vários modelos de iPhone neste ano. No iPhone 14, as novidades giram em torno do design, com a possibilidade de envolver o fim do entalhe no display, dando espaço para um furo em formato de pílula, seguindo a tendência já implementada por outros fabricantes. 

A câmera frontal também deve passar por mudanças, trazendo um sensor de 48 megapixels, que promete ser quatro vezes mais potente do que o aquele presente no iPhone 13 Pro. A memória RAM de 8 GB no iPhone 14 Pro também promete grandes mudanças, além da transformação do modelo tradicional do telefone no primeiro celular da companhia sem espaço físico para chip de telefonia. 

Se este rumor se confirmar, os próximos dispositivos da Apple deverão ser ativos apenas mediante a tecnologia eSIM, uma espécie de chip virtual já existente e que pode aumentar a capacidade de segurança dos aparelhos. Especulações indicam que a Apple também está preparando outros quatro novos modelos de iPhone ainda para 2022. Seriam eles, o iPhone 14, 14 Pro, 14 Max e 14 Pro Max.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar