Sua cópia perfeita: gêmeo digital pode ser tecnologia REVOLUCIONÁRIA da próxima década; confira

Mariana Souza

30 de outubro de 2022

Você já deve ter ouvido que boa parte de nós tem um doppelganger – pessoa estranha que se parece muito com você – perdido por aí, mas agora, talvez você possa ‘criar’ o seu próprio gêmeo.

publicidade
Gêmeo Digital. (Imagem: Divulgação/Pexels)

Gêmeo Digital. (Imagem: Divulgação/Pexels)

Gêmeo digital pensante a uma década de distância

Imagine se você pudesse criar uma cópia exata de si mesmo, mas que estivesse totalmente conectado com uma vida digital?

E, com a chegada do metaverso ainda mais firme, tudo o que vivemos na realidade está sendo replicado para o digital. Agora, os ‘gêmeos digitais’ podem ser uma nova tendência na realidade virtual.

O objetivo destes gêmeos, os quais são réplicas exatas da versão real, é ajudar a melhorar a vida dando alguns feedbacks.

publicidade

Antes, esta ideia era apenas modelos de computador 3D mais sofisticados, mas agora se transformaram em Inteligência Artificial combinada com a Internet das Coisas.

Rob Enderle, analista de tecnologia, acredita que antes do fim desta década a criação desse gêmeo já seja possível.

“O surgimento destes exigirá uma enorme quantidade de pensamento e consideração ética, porque uma réplica pensante de nós mesmos pode ser incrivelmente útil para os empregadores”

O analista ainda afirma que a criação será um divisor de águas bem definidos na questão do metaverso (que ainda deixa muitos incrédulos).

Questão de ética, natureza e criação

A pesquisadora em Inteligência Artificial da Universidade de Oxford, Sandra Watcher, diz que muita coisa dependerá do ‘gêmeo real’, pois a IA ainda não é boa para prever eventos sociais únicos devido a ‘complexidade inerente’ – só nós, seres humanos, somos capazes (por enquanto) de processar emoções.

O uso dos gêmeos digitais seriam em áreas mais técnicas, como design de produto, planejamento urbano, entre outras. Por exemplo, a empresa de entregas DHL está criando um mapa digital de seu armazém para a distribuição de suas cadeias de suprimentos.

Cidades como Xangai tem um gêmeo digital para ajudar a melhorar o design e operações em edifícios, além do transporte de rua.

A empresa francesa Dassault Systemes está desenvolvendo projetos na área e afirma que vê empresas tendo interesse nesta tecnologia.

Porém, o valor real dos gêmeos digitais está na área da saúde. O projeto Living Heart da Dassault Systemes conseguiu criar um modelo virtual preciso do coração humano, permitindo que cirurgiões consigam fazer análises e suposições com o gêmeo digital.

E não para por aí, a Comissão Europeia, junto da Agência Espacial e outros institutos, anunciaram que estão desenvolvendo o Destination Earth, gêmeo digital do nosso planeta Terra.

O projeto poderá ajudar na crise climática que já chegou em boa parte do mundo. Você teria um gêmeo digital para morar no Destination Earth.

Com informações: BBC.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Jogos recomendados

Mariana Souza
Escrito por

Mariana Souza