Tecnologia verde; empresas sem papel ajudam o meio ambiente

Com o mundo cada vez mais digital, as empresas a optar pela tecnologia verde, ou em não usar mais papel nas operações, além de contribuir com o meio ambiente, também geram uma economia significativa.

publicidade
Uso de papéis é frequente nos escritórios (Imagem Pixibay)

Tecnologia verde é bom, mas dá trabalho

Poucas são as companhias que conseguem se adaptar totalmente ao conceito de tecnologia verde. As que alcançam o padrão de inovação, chegam não usar papéis no dia a dia de trabalho. Uma recente pesquisa realizada pela KM World, revela que impressões gráficas já diminuíram altamente, principalmente depois da pandemia em que diversas atividades precisaram ser digitais.

A pesquisa apontou também que em média 83% dos profissionais acreditam que a gestão das empresas no que tange a documentação não é eficaz e não obteve melhoras no período da pandemia. Mesmo com empresas avançado para processos digitais, ainda é evidente que há uma resistência em eliminar o papel em seus processos.

publicidade

Os dados revelam também que a cada anos as empresas gastam mais com uso do papel, impressão e armazenamento de arquivos. Além de impactar diretamente o meio ambiente, o uso do papel gera mais custos com material e pessoal, visto que a empresa precisa de profissionais para arquivar e armazenar os documentos que acabam acumulando ou até se perdendo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Uso do papel também ocupa mais espaço e aumenta risco de incêndios

Ao imaginar uma empresa de pequeno porte pode parecer indiferente falar de exemplos como este, mas não é, principalmente em companhias maiores, colocando também outro fator importante: a rotatividade de arquivos.

Para a natureza, o impacto também é danoso acabando com florestas, árvores, aumento de gases do efeito estufa, uso de materiais químicos, entre outros fatores. Em média, 40% da madeira tirada da natureza é para fabricação de papel, segundo reportagem do Terra.

publicidade

Que o papel é fundamental para a sociedade não há dúvidas, mas o uso excessivo dele e não buscar recursos que possam substituí-lo também é um atraso no mundo corporativo.

A digitalização de documentos e uso de ferramentas digitais que possa otimizar o processo de trabalho são cada vez mais comuns e eficazes atualmente, sem contar com o custo-benefício, ganho de espaço, tempo, dinheiro e facilidade no manuseio.

A transição desse processo deve ser planejada considerando a segurança digital, os programas que serão utilizados, a logística e o método a ser adotado. Ou seja, é algo a ser feito de forma minuciosa e assertiva.

 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar