Trend polêmica no TikTok mata casal eletrocutado

As redes sociais podem ser consideradas partes fixas da nossa sociedade e, em certos locais, estatísticas mostram que as pessoas passam mais tempo grudadas nos celulares do que dormindo. E para ganhar visibilidade, as pessoas fazem de tudo, inclusive participar de uma trend nada segura.

publicidade
Trend polêmica no TikTok
Casal tentava reproduzir em casa o efeito Lichtenberg (Imagem: Reprodução / ro.woodresin via Instagram)

Esse foi o caso do casal norte-americano que foi encontrado morto eletrocutado em uma casa incendiada no estado de Wisconsin.

Os corpos foram encontrados dentro da casa destruída pelo fogo no dia 6 de abril, o que deu início às investigações que mais tarde viriam a dar luz sobre o que havia acontecido com Tanya Rodriguez, de 44 anos, e James Carolfi, de 52.

publicidade

Os resultados das investigações foram à público no dia 21 de abril, quando a polícia local foi à imprensa apresentar os fatos e a conclusão do caso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Policiais alertam à população sobre a trend no TikTok

Foi concluído que o casal tentou seguir uma trend do TikTok onde as pessoas fazem uma espécie de arte através da queima de madeira “fractal”, um procedimento chamado “efeito Lichtenberg”. 

No processo, descrito pelos policiais como “altamente perigoso“, as pessoas embebem pedaços de madeira com uma solução química e depois, com a ajuda de correntes elétricas de alta tensão, desenham padrões parecidos com árvores nessas madeiras.

publicidade

Através da investigação, foi determinado que o fogo começou na garagem antes de se espalhar para a casa (…) Acreditamos que o equipamento de queima de madeira fractal que causou as electrocussões provavelmente incendiou a estrutura“, afirmou a polícia em comunicado.

A polícia então passou a alertar sobre os riscos de seguir tais trends e de que qualquer coisa do tipo deve ser feito apenas por “profissionais treinados”.

O processo de queima fractal normalmente usa um transformador de alta tensão, muitas vezes reaproveitado de um forno de micro-ondas, para fluir a corrente através de itens de madeira que foram embebidos com uma solução química. Esse processo é altamente perigoso e deve ser feito apenas por profissionais treinados“, afirmou.

Nos registros da polícia a morte foi categorizada como “morte por eletrocussão acidental“.

publicidade

E aí? Você já tentou seguir alguma trend que considerou perigosa? Comenta aí o que você acha de gente que faz coisas desse tipo!

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar