Twitter sem fake news é promessa de atualização

Desde o final de 2021, novas ferramentas têm sido testadas no Twitter visando prevenir a disseminação de conteúdos falsos. Nos EUA, estudos se concentram em um novo fluxo para reportar tweets, criado para promover melhorias na identificação de conteúdos que possam ser ofensivos ou perigosos para a plataforma.

publicidade
Atualização no Twitter pode prevenir fake news
Atualização no Twitter pode prevenir fake news. (Imagem: Pxhere)

Resultado das mudanças no Twitter

O resultado do teste foi positivo, o número de relatórios acionáveis teve um aumento de 50%, fazendo o Twitter remover pontos prejudiciais à rede social. O site começou a colocar esse aprendizado em prática no intuito de atualizar o recurso ao nível global. Neste sentido, a nova atualização do Report Tweet deverá ser lançada em todo o mundo. 

Embora a principal visualização dos testes estejam em inglês, o Twitter afirma que o novo recurso já está disponível em todos os idiomas. Quem ainda não tem acesso, não precisa se preocupar, pois, a liberação acontecerá em algumas semanas. Destacando que nenhuma versão localizada do relatório com soluções para problemas corriqueiros em regiões específicas foi ativada.

publicidade

A mudança começou a ser implementada em um momento crucial para a empresa. Isso porque, a moderação do conteúdo já se tornou motivo de muita dor de cabeça não apenas para o Twitter, como também para várias outras empresas de mídia social. Há tempos elas enfrentam investigações federais em diversos países que verificam seu desempenho. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Os moderadores do Microblog

Vários moderadores contratados ainda não atuam em condições seguras, por isso migram entre diversos postos dentro de uma hora. Além disso, o modelo do relatório enviado para uma postagem não consegue auxiliar no fornecimento de informações completas e detalhadas a respeito da situação. Logo, são forçados a ignorar o relatório ou tomar a ação errada. 

O Twitter já enfrentou vários problemas em meio a críticas pela lentidão nas respostas sobre reclamações dos usuários, tanto aquelas relacionadas a tweets ou a respeito de novas atualizações. Entretanto, a rede social se encontra em meio a um processo de aquisição pelo empresário Elon Musk. 

publicidade

O bilionário destacou sua desconfiança a respeito de conteúdos suspeitos e contas falsas registradas na plataforma. A preocupação é que esses itens possam resultar em uma mudança drástica nas políticas de moderação. 

Elon Musk solicitou a investigação dos perfis de usuários da rede social. O intuito era identificar quantos destes usuários se caracterizavam como contas de spam. Até que o resultado desta análise fosse apresentado, a transação ficaria pendente. 

A investida do CEO da Tesla e da SpaceX foi praticada por ele não acreditar nos dados apresentados pelo Twitter, apontando que somente 5% das contas cadastradas na plataforma são spam. Segundo informações da BBC, o advogado Mike Ringler esclareceu que, como possível proprietário da rede social, Musk tem o direito efetivo de obter os dados solicitados.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar