Xiaomi Band 7 é anunciada com novos recursos e tela maior

A Xiaomi oficializou sua mais nova pulseira inteligente que vem seguindo a estratégia da marca de retirar o “Mi” de seus produtos. Além da alteração na nomenclatura, a Xiaomi Band 7 foi anunciada com novos recursos voltados para a saúde e uma tela maior.

publicidade
Xiaomi Band 7 foi anunciada
A Xiaomi Band 7 estreia com tela e bateria maiores (Imagem: Divulgação / Xiaomi)

No geral, o lançamento não chega a ser uma grande novidade, já que assim como em outras versões a marca não investiu muito em inovações, inclusive no design, sendo praticamente o mesmo, um formato de pílula arredondada mantendo os melhores recursos de seus antecessores.

Xiaomi Band 7 foi anunciada mas o que tem de novo?

A primeira novidade na smartband é sua tela AMOLED de 1,62 polegadas, 0,1 polegada maior do que seu antecessor, o Mi Band 6. Segundo a fabricante, só essa mudança fez com que a área de visualização aumentasse em 25%. E não foi só o tamanho da tela, a resolução passou de 480 x 152 pixels para 490 x 192 pixels, embora mantenha a mesma densidade de pixels de 326 PPI.

publicidade

Ainda na tela, mas passando para o lado do software, a interface do dispositivo recebeu uma repaginada e agora vem com ícones e gráficos redesenhados e novas animações. A empresa ainda adicionou 100 novas watch faces customizáveis. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Externamente, a empresa adicionou duas novas cores à linha: Camouflage, um tom de verde camuflado; e Fluorescente, um verde fluorescente.

Na parte interna, o Band 7 vem com mais de 120 modos de atividades físicas e sensores adicionais que devem ajudar a medir o resultado dos treinos. Será possível obter registros do tempo de recuperação, consumo de oxigênio e efeitos aeróbicos e anaeróbicos.

publicidade

Outra melhoria veio na bateria que agora é maior (180 mAh) e dá até 14 dias de autonomia. O dispositivo também vem com NFC em um modelo exclusivo e resistência a mergulhos com pressão de até 5 ATM.

Como nem toda novidade é boa, o dispositivo não conta nem com GPS, nem com Always-On Display.

Preço e disponibilidade

A pulseira já pode ser encontrada em pré-venda na China, mas as vendas oficiais só começarão no dia 31 de maio com preços equivalentes a R$180 e R$215 para os modelos padrão e a variante com NFC, respectivamente.

Quem adquirirem o produto antecipadamente ainda pagará os preços equivalentes à geração anterior,  R$172 e R$200. Até o momento ainda não há menção sobre o lançamento da linha global do Xiaomi Band 7.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar