Drake lucra fortuna em bitcoin com apostas do Super Bowl

O Los Angeles Rams derrotou o Cincinnati Bengals por 23 a 20 conquistando seu segundo título de Super Bowl da história, realizado no domingo (13). O rapper Drake, por sua vez, faturou uma grana em bitcoin com a partida.

publicidade

Ele apostou US$393 mil em bitcoins em um touchdown a qualquer momento do seu amigo pessoal Odell Beckham Jr. O artista embolsou a grana em menos de 10 minutos, com o Los Angeles Rams abrindo o placar pra cima do Cincinnati Bengals no SoFi Stadium, em Los Angeles. 

Drake lucra fortuna em bitcoin com apostas do Super Bowl
Drake e Odell Beckham Jr. (Imagem: Reprodução/Instagram)

Na semana passada, o rapper canadense postou no Instagram com a legenda ‘Todas as apostas estão na família’ para mostrar aos seus seguidores as apostas que ele havia feito antes do confronto na Califórnia.

publicidade

Leia também: Kanye West faz crítica controversa sobre mercado de NFTs

Drake ainda apostou outros US$393 mil que Odell teria mais de 62.5 jardas recebidas na partida, além de US$471 mil que os Rams venceriam o grande jogo.

Todas as apostas totalizam 1,25 milhão em dólares canadenses (R$6,7 milhões). 

Apesar de não ter acertado sua aposta final, Drake terminou bem o domingo, usando um site de apostas em esportes com criptomoedas chamado Stake para facilitar suas apostas milionárias.

publicidade

Em seus stories no Instagram, ele já havia feito apostas similares no site que chegam a milhões em dólares canadenses.

Outros lucros de bitcoin sem ser o do rapper

Beckham Jr. também é um bitcoiner. Ele concordou em receber todo o seu salário de US$4,25 milhões em criptomoedas em 2021 enquanto realizou um sorteio de US$1 milhão em bitcoin com o CashApp.

Apesar de sua participação na final do Super Bowl ter sido mais curta (saiu da partida com uma lesão no joelho), ele conseguiu celebrar com lágrimas de alegria após a vitória de seu time.

Drake lucra fortuna em bitcoin com apostas do Super Bowl
Drake e Odell Beckham Jr. (Imagem: Reprodução/Instagram)
publicidade

Leia também: Pirataria de música via NFT é nova ameaça para gravadoras

“Honestamente, eu sinto que se eu jogar o meu jogo, eu pego tudo que vem no meu caminho, eu faço as jogadas, eu fico preso, uma jogada de cada vez, todas essas coisas são muito possíveis.”

O empresário Joe McIngvale, o “Mattress Mack”, dono de uma rede de lojas de móveis, colocou quase US$9,5 milhões em uma vitória do Cincinnati Bengals, sua maior aposta da vida, e não teve chance de ver o retorno.

Em entrevista à ESPN americana, Mattress Mack lamentou, mas disse que vai seguir apostando. “Vivemos dia após dia. Às vezes você ganha, às vezes perde (…) Eu me levantei de manhã, coloquei minhas calças e fui trabalhar”, falou ele.  Se o Bengals tivesse ganho a partida, o empresário poderia embolsar nada menos que US$16,15 milhões.

Criptomoedas no Super Bowl

Muitas empresas reservaram tempo de anúncio na NBC para veicular comerciais com temas criptográficos, levando os observadores da Madison Avenue a chamá-lo de “o Crypto Bowl”.

EToro, Crypto.com e FTX fizeram comerciais durante o jogo, enquanto a BitBuy, uma exchange canadense de criptomoedas, foi apresentada em um anúncio para o público do Super Bowl ao norte da fronteira.

A Coinbase ofereceu US$15 em bitcoins gratuitos para quem abrisse uma conta na corretora (uma promoção que foi popular o suficiente para derrubar o site da Coinbase) e a FTX sorteou 7,54 BTC para seus seguidores do Twitter com base no horário em que seu anúncio apareceu durante o jogo.

Leia também: Bitcoin tem pior começo de ano desde inverno das criptomoedas

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar