Elon Musk oferece quantia bilionária para comprar 100% do Twitter

O bilionário Elon Musk deu um novo passo em relação à sua participação na rede social, Twitter. Na manhã desta quinta-feira (14), o empresário sul-africano demonstrou o interesse em comprar a plataforma for US$ 43 bilhões, o equivalente a R$ 200 bilhões na conversão direta. 

publicidade
Elon Musk faz nova oferta e agora quer comprar o Twitter
Elon Musk faz nova oferta e agora quer comprar o Twitter. (Imagem: Flickr)

A intenção de Elon Musk surgiu dias após a compra de ações do Twitter e a recente recusa ao convite para fazer parte do conselho da empresa. No dia 4 de abril, o bilionário comprou 9,2% da rede social, o equivalente a 73,5 milhões de ações.

Nos últimos dias, ele publicou tweets polêmicos na rede social em questão, sugerindo mudanças nas funcionalidades e até ameaçando criar a própria rede social. 

publicidade

No último final de semana, após intensos debates sobre o tema, o empresário afirmou não ter interesse em se juntar ao conselho. Agora, um documento da SEC, a CVM americana, mostrou que Elon Musk se ofereceu para adquirir todas as ações da rede social por US$ 54,20 por ação, totalizando no montante mencionado acima. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A oferta de Musk representa um acréscimo de 18% acerca do fechamento do Twitter no dia 1º de abril, em US$ 37. A data em questão foi o último dia de negociações antes do bilionário divulgar que se tornou o maior acionista do Twitter.

Agora, ele disse que a oferta em dinheiro foi a “melhor e final”. Portanto, se não for aceita, ele deverá reconsiderar a participação como acionista. Por outro lado, se o Twitter aceitar a proposta de Elon Musk, o resultado seria o fechamento do capital da empresa.

publicidade

A oferta foi feita através de uma carta enviada à empresa, na noite desta quarta-feira (13), na qual ele afirma ter investido no Twitter por acreditar no potencial da plataforma em virtude da liberdade de expressão estimulada por ela.

Histórico de Elon Musk no Twitter

Foi justamente o apreço pela liberdade de expressão que levou Musk a intencionar a criação da própria rede social dias atrás. Recentemente, ele fez uma reclamação referente às políticas de moderação de conteúdo adotadas pelo Twitter, Facebook e Instagram. 

Essas políticas têm o propósito de evitar a disseminação de fake news, inibir discursos de ódio e fomentar o respeito mútuo. Foi então que no post em questão ele questionou aos internautas se o Twitter seguia fielmente a estes princípios. 

“As consequências desta pesquisa serão importantes. Por favor, vote com atenção”, clamou ele em um segundo tweet. A resposta de 70% dos usuários da rede social, o correspondente a mais de dois milhões de votos, foi “não”. 

publicidade

Um outro tweet dizia o seguinte: “Você consideraria construir uma nova plataforma de mídia social, @elonmusk? Um que consistiria em um algoritmo de código aberto, em que a liberdade de expressão e a adesão à liberdade de expressão tenham prioridade máxima, em que a propaganda seja mínima. Eu acho que esse tipo de plataforma é necessária”, questionou um usuário.

A resposta de Musk foi a seguinte: “estou pensando seriamente em fazer isso”. Agora, ele completou dizendo que o Twitter tem um potencial extraordinário. “Eu vou desbloqueá-lo”, disse. 

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar