Elon Musk surpreende e suspende compra do Twitter

O bilionário dono da Tesla e SpaceX, Elon Musk, suspendeu sua compra de US$ 44 bilhões por Twitter. Ainda não se sabe se é um motivo real ou a base de uma estratégia do empresário para adquirir alguma vantagem posterior na negociação com valorizações e desvalorizações de ativos.

publicidade
Você sabia? Por que Elon Musk não tem uma casa própria
(Imagem: Wikimedia Commons)

Bilionário paralisa o processo de compra do microblog

Elon Musk anunciou que sua aquisição de US$ 44 bilhões da microblog foi adiado. Segundo informações de Reuters, o bilionário dono da Tesla, teria suspendido a aquisição por questões já conhecidas por ele ao anunciar a oferta, conforme alega o Twitter — o percentual de perfis robotizados na plataforma —, o empresário afirma que aguarda uma “investigação” sobre os perfis falsos antes de concluir a compra, para se proteger.

O Twitter em seus dados já havia estimado um valor de contas falas ou focadas em spam que chegariam a menos de 5% do total de usuários ativos mensais na plataforma, os valores foram atualizados no primeiro trimestre deste ano.

publicidade

Através de publicação na própria plataforma, Elon Musk explicou o caso:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“O negócio com o Twitter está temporariamente suspenso a espera de detalhes pendentes que suportam o cálculo de que as contas de spam/falsificações realmente representam menos de 5% dos usuários.”

Elon Musk suspende compra do Twitter e isso pode ser estratégia maior

Elon Musk é conhecido por suas estratégias empresariais elaboradas e complexas. E há muito tempo o mercado deixou de acreditar que suas ações são meras excentricidades ou “loucuras”. O empresário é visto como eficaz em suas manobras.

publicidade

Para explicar a possibilidade estratégica, basta verificar que o preço das ações do Twitter caiu quase 20% após o tweet de Elon de que a aquisição foi adiada — não importa o motivo. Quase que simultaneamente, o preço das ações de sua empresa Tesla subiram quase 5% de valor. É muito raso afirmar que essa não pode ser mais uma nova estratégia complexa do empresário.

Os valores estimados de “contas fakes ou robotizadas” já era conhecido pelo empresário antes de ser feita a oferta pública para a compra do Twitter por US$ 44 bilhões.

As informações pertinentes a uma aquisição deste tamanho, mesmo para o homem mais rico do mundo, são calculadas e ponderadas antes que a oferta seja feita, não questionadas após seu anúncio. 

Uma coisa ficou clara: seja qual for a intenção do empresário, mais uma vez um simples tweet seu pode balançar todo o mercado empresarial e alterar valores de ativos. Esse “monstro” dos negócios, se criou sozinho.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar