Novo aplicativo para concorrer com Uber e 99 promete atrair motoristas

Os motoristas que trabalham dirigindo para algum aplicativo, como Uber e 99, precisam se virar para lucrar mesmo com os reajustes no preço do combustível e os repasses de taxas para as empresas. Sem falar com os gastos da própria manutenção dos veículos.

publicidade

Leia também: Uber impõe condição para aceitar Bitcoin como forma de pagamento

Muitos podem levar 10 minutos dirigindo sem receber nada – principalmente em São Paulo e grandes cidades pelo país. Com esses momentos de incertezas se irão sair no lucro ou não no fim do dia, uma parcela dos motoristas (algo em torno de 150 mil apenas na capital paulista) decidiu desenvolver o seu próprio aplicativo para bater de frente com os concorrentes.

Motoristas criam aplicativo para concorrer com Uber e 99
Imagem: Paul Hanaoka | Unsplash
publicidade

O app, nomeado como Me Busca, já conta com a aprovação da Associação de Motoboys e Motoristas de Aplicativos de São Paulo (AMMASP). Ele tem como objetivo dar aos motoristas cadastrados uma remuneração maior do que ganham nos concorrentes. Uma iniciativa que pode promover uma maior segurança financeira estável e sem sustos.

O aplicativo ainda nem foi lançado oficialmente e já possui milhares de motoristas interessados. Com previsão para chegar em março, a iniciativa chega com potencial de se espalhar para outras cidades do país.

Leia também: Uber Moto expande viagens mais baratas que UberX

Baixo rendimento no Uber e 99 provocou o desenvolvimento do app

Grande parte dos motoristas que trabalham dirigindo aplicativos o fazem para ter uma renda extra. O problema é que, com o aumento dos combustíveis, junto com a manutenção geral dos veículos (que teve um aumento de 11%), os ganhos não estão compensando continuar dirigindo sem o valor ser repassados a eles.

publicidade

A grande queixa é que os aplicativos atuais ficam com quase metade do rendimento do motorista – sendo que o mesmo que precisa utilizar o dinheiro que seria próprio com gasolina e pedágios.

Motoristas criam aplicativo para concorrer com Uber e 99
Imagem: Priscilla Du Preez | Unspash

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, em 2021, houve um reajuste da tarifa dos passageiros 60,5% na capital paulista. O valor, contudo, não foi suficiente para cobrir todos os gastos. A taxa cobrada pela Uber dos motoristas, por exemplo era fixa em 25% – mas hoje o valor varia entre 14% a 40% por corrida. A 99 também assume que houve um reajuste e hoje a taxa cobrada dos motoristas varia entre 10% a 25%. 

Vale a pena aderir ao Me Busca?

Para combater essa variação de taxa cobrada pelos aplicativos, o Me Busca foi desenvolvido – já que tem como meta uma taxa fixa. Com ele, a maior porcentagem do valor pago na corrida ficará com o motorista, que poderá calcular com mais exatidão quanto irá receber no final do dia.

publicidade

Resta saber se a população em geral vai migrar para a plataforma, uma vez que os serviços do Uber e 99 já fazem parte da rotina da maior parte dos cidadãos.

Leia também: 99 anuncia pacote de benefícios para tentar bater Uber

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar