O telescópio mais caro da NASA sofre danos irreversíveis por meteorito; como fica a missão?

O Telescópio Espacial James Webb (JWST) continua sua longa jornada em busca de respostas para as perguntas que sempre estiveram na cabeça dos seres humanos. Mas parece que nem tudo no espaço é calmo como parece. Pesquisadores afirmam que JWST foi danificado por um meteorito e o problema pode ser bem maior do que o previsto.

publicidade
Telescópio Espacial James Webb é atingido por micrometeorito e sofre dano irreversível (Imagem: Reprodução / NASA)

A NASA, agência espacial norte-americana, finalmente divulgou mais informações sobre o dano que o telescópio James Webb sofreu em maio, ao ser atingido por um micrometeorito.

O acidente ocorreu entre os dias 22 e 24 de maio, mas por ser um acontecimento comum no espaço, os pesquisadores deram pouca importância na hora.

publicidade

JWST foi danificado além das expectativas da NASA

Essa semana, quase dois meses depois, a NASA divulgou uma imagem que mostra o local do impacto no espelho de mais de 6 metros de diâmetro do JWST.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O telescópio tem um espelho dobrável que se divide em 18 segmentos, mas o dano só aconteceu na parte chamada C3, comprometendo-o permanentemente, os outros 17 continuam funcionando.

Os cientistas afirmam que os impactos de micrometeoritos são uma ocorrência comum no espaço, o que assustou a Agência foi o tamanho da partícula, maior do que o esperado, resultando em um dano que superou as expectativas.

publicidade

Acidente não é tão grave e mais meteoritos vão acertar o James Webb

Mesmo assim, os pesquisadores afirmam que o telescópio continua fazendo o seu trabalho perfeitamente, muito acima das metas da missão.

Até agora, o JWST já sofreu 19 impactos no espaço, sendo que somente um deles conseguiu afetar, mesmo que minimamente, a sua capacidade de operação.

Mas os cientistas ressaltam que o dispositivo, que custou mais de US$10 bilhões, foi construído para aguentar esses danos leves.

Inevitavelmente, qualquer espaçonave encontrará micrometeoróides”, diz a NASA no relatório. “Durante o comissionamento, a detecção de frente de onda registrou seis deformações localizadas na superfície do espelho primário que são atribuídas ao impacto de micrometeoróides”.

publicidade

Mesmo assim, alguns profissionais se preocupam com a possibilidade deste não ter sido um evento isolado, ou até mesmo raro. O fato é: no momento, é impossível fazer reparos no telescópio.

Por isso, a NASA afirma que sua maior missão no momento é manter a integridade do James Webb, tentando evitar ao máximo novas colisões com meteoritos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar