Por que a Apple abandonou o iPod só agora?

Há mais de 20 anos nos acompanhando, o iPod fez história. Parte integrante da vida dos amantes de música que vivem, ou viviam, dentro do ecossistema da maçã, mas que na visão de muitos já deveria ter deixado de existir, como um produto comercializável pelo menos. Dito isso, a notícia de que ele vai ser descontinuado não é nenhuma surpresa. Mas, porque a Apple abandonou o iPod só agora?

publicidade
Apple abandonou o iPod
Após mais de 20 anos a Apple finalmente abandona o iPod (Imagem: Aegon Boucicault on Unsplash)

O “walkman” da empresa já estava pegando poeira nas prateleiras – e isso não era culpa apenas da falta de compradores, mas também porque a própria empresa há anos não fazia uma grande atualização nos seus aparelhos.

Os iPods Nano e Shuffle já não são mais comercializados há anos na empresa. Ela passou a se concentrar apenas no iPod Touch, que vinha em modelos de 32 ou 125 GB de armazenamento (R$1.299 e R$1.999 respectivamente).

publicidade

Apple abandonou mesmo o iPod?

Agora, depois de mais de 20 anos de idade, a Apple acaba de anunciar em seu site a aposentadoria do último modelo, que enterra consigo o próprio nome do produto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Desde o seu lançamento, há mais de 20 anos, o iPod cativou utilizadores em todo o mundo que apreciam poder levar as suas músicas para qualquer lugar. Hoje, a experiência de levar a sua biblioteca de música está integrada em toda a linha de produtos da Apple – do iPhone e Apple Watch ao iPad e Mac”, disse a marca no seu site.

Mesmo não sendo mais um produto amplamente desejado no mercado, o iPod Touch chegou até a surpreender a todos quando em 2019 foi renovado, já que ainda tinha alguns entusiastas na época. Mas agora encontra seu fim, já que é possível encontrar as mesmas funções em qualquer smartphone.

publicidade

Só a título de curiosidade, ele ainda está disponível, na data de criação deste artigo, no site da Apple.

História do iPod

Surgido em 2001, o aparelho marcou a história do consumo de música e a própria história da empresa, que anos depois começou a se afastar de seu mini-tocador de músicas para focar em produtos mais relevantes para o mercado, como o próprio iPhone.

O iPod Classic encontrou seu fim ainda em 2014, o que para muitos já soava como o fim da linha. Já a versão mais recente do último dos dispositivos teve seu lançamento em 2019 e vem com tela sensível ao toque, suporte a App Store e aplicativos de comunicação. Além desses dois modelos, o IPod teve mais 3 linhas lançadas.

Lista com os modelos de iPod:

  • iPod classic: o modelo mais conhecido do aparelho. Contou com seis gerações e foi lançado em 2007;
  • iPod mini: versão ainda mais compacta do iPod que teve apenas duas gerações, a última foi apresentada em 2005;
  • iPod nano: substituidor da versão “mini”, teve sete gerações e a última foi lançada em 2012;
  • iPod shuffle: uma linha com quatro gerações, sem tela e, como o nome indica, tocava músicas no modo aleatório;
  • iPod touch: linha lançada em 2007 e foi a primeira a vir com tela sensível ao toque.
publicidade

O iPod com certeza vai fazer falta. Afinal, em conjunto principalmente com o iTunes, ele marcou uma era onde o streaming de músicas – e até mesmo a opção de escutá-las em qualquer lugar, estavam apenas nos seus primeiros passos.

E você? Já teve um iPod? Comenta aí sua experiência com ele!

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar