EUA

EUA renovam licença de comércio da Huawei por 90 dias

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira uma nova extensão de 90 dias na licença que permite que empresas norte-americanas sigam fazendo negócios com a Huawei enquanto reguladores do país continuam elaborando regras para empresas de telecomunicações que, segundo eles, apresentam riscos à segurança nacional

Trump discute violência de videogames

Trump se reuniu com os fabricantes de videogames populares como “GTA” e “Doom” para discutir o que acredita ser um elo entre videogames e atos violentos

Gigantes de tecnologia protestam por neutralidade de rede nos EUA

Um grupo de empresas de tecnologia, incluindo Alphabet e Facebook, pediu à Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês) para descartar o projeto que pretende reverter as regras do marco de 2015 que impedem provedores de internet de bloquear ou reduzir o acesso de usuários ao conteúdo online.

Resource inaugura quarta filial nos Estados Unidos

A Resource, multinacional brasileira de serviços de TI e Integração Digital, anuncia a abertura de sua quarta unidade nos Estados Unidos, dessa vez em Chicago, Illinois. A nova filial faz parte da estratégia de acelerar a expansão internacional da empresa.

Fintech Muxi recebe aporte de R$ 16 milhões

A MUXI, fintech de plataformas para o mercado de meios de pagamento na América Latina, vai receber um investimento para acelerar o crescimento de sua operação global no valor de até R$ 16 milhões, por parte de seu novo acionista Confrapar.

Mercado das telecoms norte-americanas ao rubro

A Consolidated Communications anunciou a compra da FairPoint Communication naquela que será uma das maiores operações de convergência da indústria de telecomunicações dos EUA. O valor da compra será de US$ 1,5 bilhão.

China prendeu hackers suspeitos de atacar empresas norte-americanas

Sem grande aparato e a pedido dos EUA, o governo chinês capturou cibercriminosos nacionais suspeitos de terem roubado e vendido segredos comerciais de empresas norte-americanas. A operação aconteceu em meados de setembro e é vista como uma maneira de atenuar as tensões entre a China e os Estados Unidos, que já ameaçaram Pequim com sanções económicas caso persistam os ciberataques promulgados pelo governo.

Microsoft avança contra governo dos EUA em caso de privacidade de emails

Se os Estados Unidos saírem vitoriosos da batalha legal que travam contra a Microsoft, as consequências internacionais podem ser perigosas. Caso seja decretado como legítimo que as autoridades norte-americanas possam exigir que uma empresa doméstica entregue, perante ordem judicial, emails armazenados em servidores no estrangeiro, a própria soberania dos Estados pode estar em xeque.

Xiaomi fortalecerá patentes antes de entrar no mercado dos EUA

A fabricante chinesa de smartphones número dois da China demonstra um movimento de fortalecimento de suas patentes, antes de entrar no mercado norte-americano, segundo informações apuradas na última semana pelas agências de notícias Bloomberg e Reuters.