Anatel sugere padronização de carregadores semelhante a usada na Europa; mudança pode afetar Apple

Não é só a Europa que está querendo padronizar os cabos nos smartphones, a Anatel também está com esta ideia por aqui. A agência brasileira está preparando estudo e consulta pública sobre o assunto que envolve a conexão USB-C.

publicidade
Apple é obrigada a padronizar entrada USB-C nos aparelhos
(Imagem: Pxhere)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está realizando uma consulta pública para saber se a população quer a padronização do cabo “USB-C” e também requisitos técnicos para padronizar este tipo de carregador de celulares. A pesquisa vai até o dia 26 de agosto. 

A consulta está tendo forte influência da decisão do parlamento europeu de padronizar os carregadores de utensílios eletrônicos, sejam celulares, tablets e também outros dispositivos. 

publicidade

Segundo a Anatel, o padrão “USB-C” foi escolhido por ser utilizado pela maioria dos fabricantes de itens eletrônicos e ter a normatização internacionalmente conhecida. 

E não só a Europa já definiu que terá isso, os Estados Unidos também pegaram o embalo e alguns senadores já solicitaram ao Departamento de Comércio do país que a mudança seja feita também nos por lá. 

Os senadores que fizeram a solicitação afirmam que o lixo eletrônico diminuiria bem, como evitaria custos desnecessários ao consumidor. Além disso, assim como os parlamentares europeus, os americanos indicam que a obsolência programada já faz os consumidores comprarem mais. 

Brasil e Estados Unidos podem padronizar também 

Entretanto, diferente da Europa (e agora talvez do Brasil), nenhum dos senadores indicou qual seria a entrada adequada para a padronização, apenas indicou ao Departamento de Comércio que se faça uma estratégia sobre o assunto.

publicidade

Na carta dos senadores, eles afirmam: “A União Europeia agiu sabiamente no interesse público ao enfrentar poderosas empresas de tecnologia sobre essa questão ambiental e de consumo. Os Estados Unidos deveriam fazer o mesmo”

Conforme a Anatel, será necessária uma consulta para saber como implementar requisitos técnicos que abrangem as necessidades internacionais também. Ou seja, a padronização teria influência nacional e internacional. 

Claro que, se a decisão dos Estados Unidos for positiva e a mudança for feita, isso também teria um peso de mudança internacional importante, mesmo que não seja padronizando o “USB-C” específicamente.

USB-C é ruim para a Apple

Uma empresa que não deve estar gostando muito dessa história é a Apple. Na configuração da União Europeia, ficou exigido que o carregamento dos dispositivos deverá ser por suporte rápido e que os próprios consumidores que escolherão se vão comprar aparelhos com ou sem carregador. 

publicidade

Se essa moda pega mundialmente, a maçãzinha vai ter que se virar para entrar nos novos requisitos de padronização.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar