Apple ignora apelos e não trará recurso antigo de volta

Ao que parece, um clamor antigo dos fãs da Apple não retornará tão cedo nas próximas versões do iPhone. Segundo o especialista Ross Young, CEO da Display Supply Chain Consultants (DSCC), ainda vai demorar para a tecnologia Touch ID voltar a ser implementada nos aparelhos da marca. 

publicidade
Apple ignora apelos e não trará recurso antigo de volta
Apple ignora apelos e não trará recurso antigo de volta. (Imagem: Freepik)

A crença dos especialistas se manteve mesmo diante de insistentes especulações sobre a inserção do recurso no próximo modelo lançado pela Apple, o iPhone 14 Pro, que deve chegar ao mercado ainda neste ano.

Em um tweet, Young fez o seguinte comentário: “Sob a tela, o Face ID está chegando ao iPhone 16, sob a tela, o Touch ID não está…”.

publicidade

Vale mencionar que o especialista já conta com um histórico incomparável de vazamentos de informações precisas quanto aos lançamentos da Apple.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Por outro lado, Mark Gurman, da Bloomberg, o contradisse em certo momento, alegando que o Touch ID foi testado para uma futura versão, não descartando o retorno da funcionalidade em um futuro não tão distante. 

Apple atualiza sistema de segurança

O que se sabe é que, por ora, a Apple decidiu manter o Touch ID apenas no iPhone SE, que já possui a versão 2022 em pré-venda no Brasil. No geral, a empresa aparenta estar bastante satisfeita com o desempenho da Face ID, especialmente após a recente atualização que permite o reconhecimento facial do usuário com máscara de proteção facial. 

publicidade

Esta atualização foi implementada na versão iOS 15.4, descartando a possibilidade de uma biometria dupla, ou seja, a junção entre o Touch ID e o Face ID. Vale destacar que o princípio do Touch ID não é o de substituir o Face ID. Entretanto, esta combinação levaria a segurança da Apple a um nível militar. 

O que esperar da Apple?

De acordo com a coluna Forbes Tech, por Gordon Kelly, é curioso o fato de a Apple não ter integrado o Touch ID através do botão liga/desliga do iPhone da mesma forma como decidiu fazer nos iPads da marca. Esta é uma solução simples e sofisticada, com o diferencial de que ainda oferece praticidade, segurança e usabilidade aos usuários da marca. 

Agora, considerando o histórico de análises de Young junto às últimas ações da Apple, entende-se que este seja um momento propício para se fixar na realidade e não alimentar expectativas. 

Especialmente no que compete ao lançamento do iPhone 14, que basicamente será um refresh do iPhone 13, porém, superdimensionado. A diferença é que a futura versão trará um novo design, chipset atualizado e uma das maiores atualizações na câmera em comparação aos últimos tempos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar