Aprenda 5 passos para usar a tecnologia antes de viajar

Qualquer pessoa que decide viajar, seja a negócios ou a passeio, deverá contar com um roteiro. Independentemente da rota ter sido planejada ou não, uma viagem resulta em uma série de informações que devem ser armazenadas para otimizar a experiência. 

publicidade
 5 passos tecnológicos antes de viajar
5 passos tecnológicos antes de viajar. (Imagem: Pixabay)

Por vezes, são informações cruciais que, se forem perdidas, podem deixar a pessoa em apuros. Imagine que todos os dados bancários, acesso a bilhetes de viagens ou atrações artísticas, mapas, contatos e muito mais estejam armazenados em um só aparelho, em plataformas que não permitem o acesso online.

Logo, tudo está perdido. Ou é o que parece…

publicidade

Mas calma, não é bem assim. Com o avanço da tecnologia, as possibilidades são diversas. Pensando em te ajudar a viajar com tranquilidade, o Bit Magazine reuniu cinco passos tecnológicos para você seguir.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

1. Use rastreadores digitais 

Ao viajar, os rastreadores digitais se tornarão aparelhos extremamente importantes, pois eles te ajudarão a ficar de olho em objetos de valor e encontrá-los caso algo seja perdido.

O Apple AirTag é uma ótima opção, e pode ser anexado em chaveiros, bicicletas, carros e até animais em suas coleiras. 

publicidade

O dispositivo usa sinais de iPhones para determinar a localização do item ou animal, basta utilizar o aplicativo Find My, para constatar a localização de cada AirTag associada à mesma conta.

Esta é uma ótima opção para anexar em bagagens despachadas, por exemplo. Assim, é possível ver se a mala chegou ao destino. 

Ainda neste exemplo, o AirTag será inútil em uma bagagem quando ela passar pelo sistema de esteira transportadora interna do aeroporto, tendo em vista que não costumam haver iPhones o suficiente nas proximidades para o dispositivo ser ativado. 

2. Monitore os voos

Um truque bastante útil ao viajar para os usuários de iPhone. Aqueles que tiverem um amigo ou familiar para buscá-los no aeroporto, podem apenas enviar uma mensagem de texto com a companhia aérea pela qual a viagem acontece junto ao número do voo. Por exemplo: “Southwest Airlines 1175”. 

publicidade

Quem receber a mensagem, deve apenas tocar nela para abrir um rastreador de voo. Assim, o amigo ou familiar irá monitorar o voo em tempo real, podendo fazer uma previsão de chegada, sem precisar fazer uma busca online em um site terceirizado.

Por outro lado, se a pessoa que for viajar usar o sistema Android, será necessário fazer uma pesquisa na internet pela companhia aérea e pelo número do voo para checar as informações. 

3. Armazene fotos no telefone

Existem certas fotos que devem ser armazenadas no celular, como uma alternativa à hipótese de carteira perdida. Neste caso, fotos de documentos pessoais e essenciais devem ser armazenadas no celular, como a licença, passaporte, cartão de seguro saúde e outros.

Um aplicativo de scanner pode ser de grande ajuda para digitalizar os documentos. 

No iPhone

  • Abra o  aplicativo Notas. Crie uma clicando no ícone que se parece com um quadrado com uma caneta  localizada na parte inferior direita da tela. Toque no ícone da câmera na parte inferior da sua nova nota e selecione, digitalizar documentos.

No Android

  • Abra o aplicativo Google Drive. Toque no botão de adição no canto inferior direito.
  • Toque em Digitalizar e permita o acesso à sua câmera, caso ainda não o tenha feito. Siga as instruções na tela para tirar e salvar suas fotos.

4. Verifique a existência de câmeras escondidas no aluguel

Embora pareça algo bizarro, a existência de câmeras escondidas pode ser uma realidade frustrante. Ao viajar, algumas pessoas optam por alugar casas ou apartamentos e submetidas a esses dispositivos pelos proprietários dos locais, na tentativa de saber se o espaço tem sido usado de modo adequado. 

No Airbnb, por exemplo, câmeras são permitidas em espaços públicos e comuns, como salas, cozinhas e áreas externas, mas são proibidas em banheiros e quartos.

Nestes ambientes, as câmeras não podem ser ocultadas e a existência delas deve ser informada nas descrições do anúncio. 

5. Encontre um assento confortável 

Pessoas com a estrutura mais robusta podem enfrentar dificuldades ao viajar diante de espaços limitados em certos meios de transporte. É o caso de pessoas altas, por exemplo, que podem sofrer com a falta de espaço para as pernas. 

Uma alternativa é o Google Flights, que ajuda a encontrar um voo mais barato junto a um assento mais confortável. Para isso:

  • Obtenha a extensão do navegador Chrome chamada Legroom for Google Flights. Ao usar o Google Flights, você também verá quanto espaço para as pernas por assento e por voo selecionado.
  • Outra opção sólida é SeatGuru.com. Digite sua companhia aérea e número de voo, e você verá um mapa dos melhores assentos com mais espaço para as pernas, sem necessidade de download.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar