Batendo papo com “futuros colaboradores”? Elon Musk responde aos funcionários do Twitter

Elon Musk disse aos funcionários do Twitter na quinta-feira (16) que a empresa precisa se tornar mais parecida com o TikTok ou WeChat (aplicativo de conversa chinês) se quiser atingir a meta de 1 bilhão de usuários.

publicidade
Elon Musk Twitter
Imagem: Wikimedia Commons

Elon Musk sonhando grande

O bilionário fez uma conferência com os funcionários do Twitter nesta quinta-feira sendo bombardeado de perguntas. De acordo com o The Washington Post, Musk resolveu responder algumas perguntas e deixou claro que seu objetivo com o Twitter é lucrar, sendo dever dos funcionários tornar a empresa mais atrativa financeiramente.

Quando perguntado como o Twitter poderia aumentar sua base de usuários e o engajamento, Elon Musk explicou que o aplicativo deveria oferecer mais utilidade e garantir que “as pessoas estejam muito entretidas e informadas”, de acordo com funcionários que ouviram os comentários na conferência.

publicidade

Ele também afirmou o sucesso que é o WeChat (aplicativo de conversas parecido com o WhatsApp), dizendo: “Você basicamente vive no WeChat na China. Se pudermos recriar isso com o Twitter, seremos um grande sucesso.”

Musk também elogiou o algoritmo do TikTok por não ser “chato”, dizendo que “poderíamos aprimorar o Twitter da mesma maneira para ser interessante”.

Ele enfatizou o poder que o Twitter tem de trazer notícias à tona e, geralmente, muito antes das outras redes sociais. “Acho que o Twitter pode ser muito melhor para informar as pessoas sobre problemas sérios”, disse Musk.

Quando perguntado como será o sucesso do Twitter em cinco a dez anos, o empresário disse que a companhia deveria “contribuir para uma civilização mais forte e duradoura, onde somos mais capazes de entender a realidade”.

publicidade

Lucrando sim, inovando também

Durante a apresentação, Elon Musk reiterou que deseja que o Twitter se apoie mais em assinaturas e pagamentos, sugerindo que as pessoas devam pagar para serem verificadas.

Musk também repetiu comentários anteriores sobre querer reprimir bots e spam, dizendo que “precisa ser muito mais caro ter um exército de trolls”. O empresário já ameaçou cancelar a compra do Twitter por conta dessa polêmica.

Em geral, os comentários do “futuro dono” aos funcionários, sugerem que ele fará mudanças radicais no Twitter se sua oferta ficar de pé e a compra da empresa for aprovada de vez.

O bilionário também disse que quer tornar a empresa mais disciplinada financeiramente, mas que não é totalmente contra funcionários “excepcionais” que continuam trabalhando em casa.

publicidade

Ao final da conferência, mudou o assunto para o espaço, a idade da Terra e possíveis civilizações mortas em outros planetas, dizendo que não viu “nenhuma evidência real de alienígenas ainda”.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

 

Veja mais ›
Fechar