Nova geração de foguetes de Elon Musk já tem data para decolar e iniciar o domínio espacial

O bilionário proprietário da SpaceX, Elon Musk, informou que o foguete criado pela empresa já tem data para decolar. Intitulado de Starship fabricado com tecnologia de próxima geração, estará pronto para o primeiro voo de teste orbital em julho

publicidade
Foguete de Elon Musk já tem data para decolar
Foguete de Elon Musk já tem data para decolar. (Imagem: Unsplash)

Está chegando a hora

A notícia foi divulgada por Elon Musk na conta dele no Twitter logo depois da Administração Federal de Aviação (FAA) anunciar a liberação da SpaceX em uma avaliação ambiental aguardada há tempos.

Conforme publicado no Digitaltrends, a SpaceX está apta para lançar voos com o foguete Starship a partir da instalação Starbase, em Boca Chica, no Texas. 

publicidade

Tal aptidão estava condicionada à conclusão de uma diversidade de tarefas projetadas visando mitigar o impacto causado pelo lançamento nas redondezas. Portanto, para que a SpaceX possa enviar o foguete ao espaço em julho, a empresa também deve adquirir uma licença adicional da FAA pelas próximas semanas. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“A nave estelar estará pronta para voar no próximo mês”, tweetou Elon Musk. 

Logo em seguida, o bilionário explicou que existe mais de um foguete Starship, e que uma segunda nave estará pronta para voo em agosto. A expectativa é que os voos espaciais aconteçam mensalmente

publicidade

O foguete Starship possui 392 pés (119 metros) de altura, compreendendo o primeiro estágio da categoria o Super Heavy (propulsão) e o segundo estágio Starship (estágio habitado). A nave será reutilizável, o que, por consequência, a tornará o foguete mais propenso a voar quando a decolagem de lançamento finalmente acontecer. 

A pretensão é que, no futuro, a Starship consiga transportar astronautas e suprimentos para a Lua e, possivelmente, para Marte também. Por isso, a SpaceX já realizou testes ao nível de segundo estágio com a espaçonave, mas somente em voos de alta altitude em vez de orbitais. Em contrapartida, o Super Heavy ainda não conseguiu voar. 

Desdobramentos do foguete no futuro 

Caso os testes com o novo foguete da SpaceX continuem apresentando bons resultados, eles abrirão o caminho necessário para a agência espacial norte-americana, NASA, utilizar uma versão modificada da Starship. O objetivo é conseguir pousar a primeira mulher e a primeira pessoa negra na superfície da Lua. A missão deve se concretizar até 2025. 

Conforme mencionado, o veículo também poderá ser usado para transportar suprimentos para a Lua em meio à construção da base lunar sugerida pela NASA.

publicidade

Neste sentido, o chefe da NASA, Bill Nelson, comentou em ocasião anterior a respeito da nova era de exploração espacial tripulada dos Estados Unidos da América (EUA) além da órbita baixa da Terra. 

Segundo ele, a designação de um posto avançado tripulado na Lua poderia ajudar a descoberta sobre o que é necessário para levar humanos ao Planeta Vermelho, Marte. A NASA estabeleceu a meta de realização da primeira missão com astronautas a ser enviada para Marte até o final da década de 2030.

“O que podemos fazer na Lua é aprender a existir e sobreviver nesse ambiente hostil e estar a apenas três ou quatro dias da Terra antes de nos aventurarmos e a meses e meses da Terra. Esse é todo o propósito: voltamos à lua, aprendemos a viver lá, criamos habitats”, disse Nelson.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar