Twitter retira ordem cronológica do feed

Acabou a facilidade de se “organizar” verificando a sequência temporal de tweets. O Twitter retirou a ordem cronológica do feed. A ação pode deixar alguns usuários muito frustrados, principalmente os adeptos do iOS. Mas nem tudo é ruim na decisão.

publicidade
Pessoa utilizando twitter no smartphone (Imagem: Marten Bjork/Unsplash)
Alteração tira, em parte, a liberdade de escolha do usuário (Imagem: Marten Bjork/Unsplash)

Twitter retira ordem cronológica do feed, mas é configurável

Até agora, o recurso tem sido testado apenas no sistema iOS. A ideia é que chegue o mais breve possível para Android e web, segundo a própria empresa, em declarações no seu perfil de suporte.

Imagem demonstrando a nova função dentro do twitter (Imagem: Twitter/Divulgação)
Perfil de suporte do Twitter apresenta a nova função (Imagem: Twitter/Divulgação)
publicidade

A mudança já vem sendo testada desde outubro de 2021, mas tem registrado algumas decepções e frustrações por parte dos usuários. Foi o que aconteceu com o jornalista Jay Peters, do The Verge.

“Para minha grande decepção, no entanto, descobri que após testar o recurso, agora não posso fazer do feed cronológico o padrão. Em vez disso, eu só posso ter home como default ou configurar às duas guias Tweets Home e Latest e alternar entre elas conforme necessário.”

Ao que parece, segundo o relato do jornalista, após optar por testar o recurso, o design anterior fica impossibilitado de ser utilizado, bastando apenas configurar o novo padrão para extrair a melhor experiência. Isso pode ser muito frustrante para a maior parte dos usuários.

O modelo que retira a ordem cronológica do feed ainda está em testes, limitados ao app da rede social para iOS. O modelo web ainda permite a forma anterior – inclusive no navegador Safari dos próprios iPhones, segundo o jornalista americano.

publicidade

Twitter na contramão do Instagram

A mudança de padrão que praticamente “obriga” os usuários a aderirem ao feed de algoritmo, é uma iniciativa que tem sido contrárias ao rumo que outras redes sociais têm tomado – como, por exemplo, o Instagram, que busca o retorno ao seu feed cronológico por padrão.

Ainda segundo o jornalista, as iniciativas do microblog a respeito da introdução do novo modelo algorítmico começaram “em 2016 (para algum alvoroço de alto perfil) e introduziram o ícone de brilho para permitir que você alternasse entre os feeds algorítmicos e cronológicos em 2018.”

Basta esperar e ver se a decisão do Twitter de tirar a opção dos usuários sobre como otimizar seu feed será bem recebida (ou um recuo do microblog poderá ser necessário). Com as histórias recentes, que mancham a credibilidade e transparência do uso de algoritmos, muitos usuários veem esse modelo de “obrigatoriedade” com ressalvas.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar