NASA pretende usar sede da SpaceX na Lua

A NASA tem almejado objetivos que vão além do simples envio de astronautas à Lua através da SpaceX. Os propósitos estão relacionados ao programa Artemis, que visa enviar astronautas para darem uma volta à Lua, segundo o jornal The New York Times.

publicidade
NASA pretende criar sede da SpaceX na Lua
NASA pretende criar sede da SpaceX na Lua. (Imagem: Pixabay)

As tratativas para colocar este projeto em prática foram iniciadas em 2019. Na época, a NASA entrou em contato com duas empresas, na tentativa de que eles pudessem fornecer os aterrisadores necessários para que os astronautas da órbita lunar consigam chegar à superfície da Lua. 

Contudo, o Congresso Nacional dos Estados Unidos da América (EUA) barrou esta investida ao não liberar verba o suficiente para financiar este investimento. Foi então que, em meio aos impasses, a empresa espacial decidiu firmar um contrato com a SpaceX em abril de 2021. 

publicidade

De acordo com um comunicado feito pelo administrador da NASA, Bill Nelson, na última quarta-feira (23), a agência espacial deve lançar em breve uma competição para que várias empresas tenham a oportunidade de competir em missões no futuro, cujo foco será o desenvolvimento de um segundo módulo lunar. “Eu prometi competição, então aqui está”, declarou. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A empresa que vencer a competição e se tornar uma parceira da NASA, teria a chance de compartilhar missões lunares. Essas missões podem se limitar a apenas uma interação por ano no decorrer de uma década ou mais junto à SpaceX. Bill Nelson explicou que não seriam missões isoladas, pois cada um iria construir sobre o progresso passado. 

NASA tem planos para negócios no espaço

O futuro contrato da NASA junto à empresa ainda desconhecido e seria firmado em um modelo semelhante ao contrato da SpaceX em 2021. Desta maneira, a segunda empresa teria direito a receber um financiamento com capacidade para dois pousos, sendo um deles sem astronauta, apenas para demonstrar as habilidades da espaçonave. O outro consistiria em uma missão com a participação de astronautas. 

publicidade

De acordo com o administrador associado da NASA para desenvolvimento de sistemas de exploração, Jim Free, o objetivo final da ação seria que uma missão tripulada acontecesse em 2026 ou 2027. Essas sondas lunares continuam fazendo parte da mais recente abordagem da NASA na busca por contratos de preço fixo, além de estabelecer normas e incentivar a inovação, possibilitando que empresas privadas tenham a capacidade de criar os próprios projetos para atender às necessidades da agência e competir em preço. 

Foi justamente essa abordagem que resultou na cápsula da SpaceX, que transporta astronautas para a Estação Espacial Internacional. No passado, era bastante comum a NASA liderar ações como o desenvolvimento de foguetes e de naves espaciais. Na época, as empresas eram remuneradas para executar os planos, que normalmente não eram nada baratos.

O que você achou? Siga @bitmagazineoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar